Introdução ao boxe
Boxe

Introdução ao boxe

O boxe é um ótimo esporte se você está procurando melhorar suas habilidades pugilísticas ou apenas quer melhorar seu condicionamento físico.

O boxe é um ótimo esporte se você está procurando melhorar suas habilidades pugilísticas ou apenas quer melhorar seu condicionamento físico.

O boxe é um ótimo esporte se você está procurando melhorar suas habilidades pugilísticas ou apenas quer melhorar seu condicionamento físico. Se você gostaria de se envolver e não sabe por onde começar, dê uma olhada em nosso guia rápido de boxe.

Fatos sobre boxe rápido

O boxe é descrito como uma luta com os punhos. De acordo com as regras, exige o uso de luvas de boxe e limita os golpes legais aos que acertam acima da cintura e na frente ou nas laterais do adversário.

O boxe amador organizado como o conhecemos surgiu no final do século XIX, quando o oitavo marquês de Queensberry criou um novo conjunto de regras. Nos primeiros Jogos Olímpicos modernos, em 1896, o boxe não estava incluído no programa de eventos, mas voltou aos Jogos Olímpicos de 1904 e apareceu em todas as Olimpíadas desde 1920.

Vários campeões profissionais de boxe fizeram seus nomes pela primeira vez nas Olimpíadas, incluindo Muhammad Ali (então Cassius Clay), Joe Frazier, George Foreman, Sugar Ray Leonard, Lennox Lewis e Audley Harrison.

O ringue de boxe

Um ringue de boxe não deve ter mais do que 6,1 m (66 pés) quadrados e tem quatro colunas de canto. Dois são brancos e os outros vermelhos e azuis, que estão diagonalmente um em frente ao outro. Estes são os 'cantos' dos lutadores individuais para os quais eles recuam entre os rounds para serem remendados e receberem conselhos táticos de seus treinadores.

Lutadores

Os boxeadores usam luvas acolchoadas de couro com cada luva pesando 283g (10oz). Às vezes, eles têm uma faixa branca para marcar a área principal de rebatida. Eles podem usar bandagens por baixo das luvas para evitar que os ossos sejam danificados durante a competição.

Os competidores geralmente usam coletes vermelhos ou azuis para indicar seu 'canto'. Eles também costumam ter protetores de cabeça (embora não tenham sido usados ​​nas Olimpíadas do Rio) e protetores de gengiva, para proteger a cabeça e os dentes, e um protetor de virilha para compensar qualquer possível jogo sujo.

A competição

No boxe amador, os competidores geralmente participam de um torneio de eliminação única sem classificação. Os boxeadores que perdem na semifinal recebem automaticamente medalhas de bronze, com os finalistas lutando pela prata e pelo ouro.

As lutas consistem em quatro rounds de 2 minutos, com um intervalo de 1 minuto entre os rounds, embora nas Olimpíadas do Rio isso tenha sido alterado para três rounds de três minutos para homens, mas os mesmos quatro rounds de dois minutos para mulheres. Os boxeadores profissionais também puderam, pela primeira vez, competir com amadores nos Jogos do Rio.

Pontuação no boxe olímpico

O sistema de pontuação do boxe olímpico mudou no Rio 2016, quando houve uma mudança para o uso do sistema de pontuação de “10 pontos obrigatórios” do boxe profissional, em vez da contagem tradicional de golpes certeiros usados ​​no boxe amador.

O sistema de 10 pontos obrigatórios funciona com base na atribuição de 10 pontos ao vencedor de cada rodada com base em critérios que incluem agressão efetiva, generalidade no ringue, socos corretamente acertados e habilidade defensiva. O perdedor da rodada recebe nove pontos, embora às vezes possa receber um 8 se for completamente dominado ou derrubado. Em raras ocasiões, as rodadas podem ser marcadas de 10 a 10 para empate ou até de 10 a 7 para uma rodada com vários knockdowns.

Deduções de pontos por faltas (como um golpe baixo, segurar excessivamente ou soco de coelho) são aplicadas após a pontuação inicial, tornando uma rodada de 9-9 uma possibilidade. Os cartões de pontuação dos juízes são entregues após cada rodada, então não há placar ao vivo durante a luta como costumava ser no antigo sistema de pontuação de golpes limpos.

As lutas de boxe nas Olimpíadas são controladas por um árbitro e, se um boxeador for legitimamente derrubado, o árbitro começa a contar até 10. Se o boxeador não conseguir se levantar e retomar a luta dentro do tempo limite, a luta termina. Além disso, se o boxeador se levantar, o árbitro ainda pode insistir na contagem obrigatória de oito para se certificar de que o boxeador está apto para continuar. O árbitro (ou o médico do ringue) pode decidir se um lutador está incapacitado para continuar e, portanto, interromper o combate.

Requisitos para boxeadores

Todos os boxeadores devem passar por um exame médico e atingir o peso ideal para a categoria.

As 12 categorias de peso olímpico, com o peso máximo permitido são:

Peso mosca leve - 48 kg (106 lb)

Peso mosca - 51 kg (112 lb)

Peso galo - 54 kg (119 lb)

Peso pena - 57 kg (126 lb)

Peso leve - 60 kg (133 lb)

Peso meio-médio leve - 63,5 kg (140 lb)

Peso meio-médio - 67 kg (148 lb)

Peso médio leve - 71 kg (157 lb)

Peso médio - 75 kg (166 lb)

Peso meio-pesado - 81 kg (179 lb)

Peso pesado - 91 kg (201lb)

Peso superpesado - 91kg + (201lb +)

Por que entrar no boxe?

Quer você goste de sparring ou não, o boxe é um ótimo treino que afeta uma série de áreas-chave. Um treino de boxe desenvolve os músculos da parte superior do corpo e força dos braços, aumenta a agilidade (os boxeadores precisam ser rápidos com os pés), melhora o equilíbrio e a flexibilidade e fortalece os músculos das pernas. Além disso, o boxis também é um grande queimador de calorias, alivia o estresse e pode ajudar nas habilidades de coordenação motora.