10 dicas para iniciantes em vela
Navegação

10 dicas para iniciantes em vela

Está começando a velejar? Aqui estão alguns princípios básicos da vela que devem ajudá-lo nos primeiros estágios.

Está começando a velejar? Aqui estão alguns princípios básicos da vela que devem ajudá-lo nos primeiros estágios.

Está começando a velejar? Aqui estão alguns princípios básicos da vela que devem ajudá-lo nos primeiros dias.

Domine os termos básicos de navegação

Antes de entrar na água, certifique-se de ler alguns dos termos básicos de navegação de que precisará. Estar familiarizado com esses termos permitirá que o instrutor transmita informações a você com mais facilidade, o que significa que você realmente obterá o máximo de suas sessões.

Receber instruções

Não tente aprender sobre a água. Isso não é apenas perigoso, mas também provavelmente demorado e, portanto, caro. De qualquer forma, invista algum tempo aprendendo o básico com guias e livros, mas a instrução prática deve vir de alguém com boa experiência de navegação. Vale a pena investir em um bom curso de vela.

Comece em águas calmas e sem aglomeração

Uma das melhores dicas para iniciantes a vela que podemos dar é começar em águas calmas e tranquilas. Ninguém quer começar em águas abertas e agitadas ou rodeado por barcos contendo velejadores habilidosos que sabem claramente o que estão fazendo. Se você está apenas começando a dominar o básico, comece em condições em que os ventos sejam fracos e o tráfego reduzido. Uma marina fechada é talvez a opção mais segura.

Comece pequeno

Como ninguém escolhe aprender a dirigir de ônibus, o mesmo se aplica à vela. Comece com um pequeno barco, de preferência um pequeno bote. Isso será muito mais ágil e fácil de manobrar. Também será muito mais fácil lidar com o caso de virar, o que você inevitavelmente fará em algum momento.

Verifique as condições

Quando você estiver pronto para sair sozinho, sempre vale a pena verificar as condições com antecedência. Consulte as informações sobre as marés, vento e condições meteorológicas para estar preparado para o que vier no seu caminho. Certifique-se de ter o equipamento e as provisões corretas conforme necessário.

Virar!

Não, não somos loucos, mas você realmente precisa ter praticado como lidar com o naufrágio do seu barco. É melhor fazer isso em um ambiente controlado onde haja ajuda disponível, em vez de enfrentar essa eventualidade quando você estiver em águas abertas. Confie em nós, você irá virar em algum momento, então um teste de virar é essencial.

Boom ou busto

Cuidado com a lança - a haste horizontal que se estende da parte inferior de um mastro - pois ela pode causar ferimentos ou até mesmo mandá-lo para o mar. A lança é mais comumente responsável por lesões a bordo, portanto, sempre fique atento para quando a lança estiver prestes a balançar. Isso pode apenas evitar uma grande dor de cabeça ou coisa pior.

Segurança primeiro

Sua segurança é de suma importância. Não importa o seu nível de experiência, existem certas precauções de segurança que sempre devem ser aplicadas. Isso inclui informar as pessoas sobre sua intenção de entrar na água, usar uma jaqueta de flutuação e, claro, saber nadar.

Conheça o direito de passagem

Não se trata de uma navegação livre para todos - existem regras que regem como as embarcações à vela devem manobrar para garantir que não colidam umas com as outras. O modo como você se move é baseado em muitas variáveis, incluindo de que lado o vento está, que tipo de nave é, se você está planejando ultrapassar. Familiarize-se com essas regras náuticas para evitar acidentes.

Sempre fique de olho

Pode parecer óbvio, mas sempre olhe para onde você está indo! Velejar é divertido, mas há muitas outras embarcações por aí, então mantenha uma vigilância adequada usando seus olhos e ouvidos para ajudar a evitar colisões. Para lhe dar tempo suficiente para responder ao perigo, você deve sempre manter uma velocidade segura.